48 pessoas já foram detidas por provocarem incêndios florestais

Sobe para 48 o número de pessoas detidas pela autoria do crime de incêndio florestal.

A Polícia Judiciária de Vila Real identificou e deteve um homem que é suspeito de ter ateado um fogo em Telões, Vila Pouca de Aguiar.

O acontecido remonta a 27 de julho. Além de área florestal, também alguns armazéns estiveram em risco. Só não foram consumidos pelas chamas graças à rápida intervenção dos bombeiros e de um meio aéreo.

O detido, de 56 anos, pastor de profissão, vai ser presente a interrogatório judicial, para ficar a conhecer eventuais medidas de coação.

Escrito por ONDA LIVRE