Águas do Azibo pintadas em telas para ver no Centro Cultural

Água, amor e pontes energéticas. São essas as inspirações que estão desde sábado expressas em pinturas nas paredes do Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros.

A exposição “No Coração do Nordeste” é da autoria de Isabel Saraiva, uma artista portuense, que após várias deslocações à cidade macedense, reuniu os elementos necessários para fazer arte, como ela própria passa a explicar.

icon 2_reduzido

“Senti a cidade. O meu coração tem de sentir o pulsar da cidade. Eu não sou uma pintora que pinte todos os dias, faço um tema e descanso. Depois, ando pela minha cidade, que é o Porto, a deambular. Não vejo nada nem ninguém, sento-me e olho sem ver. Quando o meu coração começa a palpitar, eu vejo a possibilidade de criar.

E assim fiz com Macedo de Cavaleiros. Olhei sem ver, sentei, tomei café, tomei água, dialoguei, fui ao Azibo, sentei-me lá e estive calada no silêncio dialogante. E aí o meu coração começou a palpitar.”

 

Transfiguradora de pontes há 23 anos, Isabel Saraiva diz-se uma apaixonada por água e foi isso que a fascinou em Macedo de Cavaleiros.

icon 2_reduzido

“Aqui penso que os alunos e as pessoas têm um respeito muito grande pela água, o que foi uma mais-valia para mim.

Uma cidade onde há respeito e o culto da mesma, onde as pessoas não deixam as torneiras abertas, pois a água é o nosso bem mais precioso. É uma cidade que me encanta.

Então quando vi a pérola do Azibo, toquei-lhe, vi, captei, sensibilizei com as mãos e o olhar, fiz pontes e fiquei maravilhada.”

 

São ao todo 6 telas inspiradas nas águas do Azibo que vão ser posteriormente expostas em França. Um motivo de orgulho para o concelho macedense, como expressa José Luís Afonso, vereador da Cultura do Município.

icon 2_reduzido

“O que a Isabel sentiu foi paixão, amor à primeira vista, tal como muita gente que tem visitado o Azibo tem sentido. Ela ficou mais deslumbrada com a parte das paisagens e da água, que é aquilo que representa nas suas telas.

Enche-nos de orgulho saber que, tal como ela disse na abertura da exposição, estas telas vão serem levadas Paris, levando assim tudo o que nós temos de bom, quer no concelho quer no distrito, para ser visto internacionalmente.”

 

A exposição “No Coração do Nordeste” pode ser vista e sentida em Macedo de Cavaleiros até dia 21 de novembro.

Escrito por ONDA LIVRE