Há livros escolares esgotados ou com entrega tardia

Alguns livros escolares estão esgotados, ou a entrega está a ser realizada tardiamente.

Esta foi uma das garantias de uma das papelarias de Bragança. Jorge Morais, sócio-gerente da Brigoffice, referiu que a Porto Editora não está a conseguir dar resposta a tantos pedidos. A origem do problema no atraso dos vouchers:

 “Alguns livros encontram-se esgotados ou estão a ser entregues tardiamente. A Porto Editora não está a conseguir dar resposta os nossos pedidos, porque os encarregados de educação não tinham acesso aos vouchers, as aulas estavam a iniciar, foram pedi-los às escolas, e isso originou a vinda dos pais às papelarias, para adquirirem os livros e nós não os tínhamos, tendo que os encomendar, resultando na sobrecarga de pedidos à Porto Editora e na consequente demora na sua entrega.”

Os livros que estão em falta são principalmente de áreas como educação visual, tecnológica e física:

 

“Os livros de educação visual, educação tecnológica, educação física, grande parte dos pais acabava por não os comprar. Nessa situação dos vouchers, o nosso Governo está a dar os manuais todos, o que significa que esses também vêm nos vouchers e os estudantes também têm direito a eles. Acabam por ser esses manuais que estão mais em falta, até porque, sendo os menos vendidos, a Porto Editora não terá tanto stock.” 

O tempo de espera dos livros prevê-se que seja de cerca de uma semana.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)