Santa Casa de Mogadouro percorre 1300 km para levar apoio a 125 utentes domiciliários

Por causa desta situação, o provedor da instituição, João Henriques, diz que o apoio do Estado devia ser ajustado a esta realidade já que tanto recebe esta santa casa quanto a de Lisboa, sendo que na capital, apenas um bairro pode chegar a ter este número de utentes.

“Estamos num concelho que tem 756 quilómetros quadrados de área, o que corresponde a nove vezes e meia a área do concelho de Lisboa. Cobrimos 125 pessoas em apoio domiciliário, e para assegurar essa cobertura fazemos 1300 km por dia, ou seja, é como se os nossos carros fossem de Mogadouro a Paris diariamente para conseguir atender estas pessoas.

Recebemos por parte do Estado rigorosamente o mesmo que recebe qualquer outra Misericórdia, nomeadamente as mais urbanas onde têm o maior número de pessoas numa mesma rua.”

O provedor diz que há uma discriminação negativa por parte do Estado e alega que neste território há também mais custos no que respeita ao funcionamento das instituições.

“Não são só as distâncias que contam.

Estamos no “interior do interior” em que temos um clima continental com muito mais frio e, como tal, os custos de funcionamento para manter o bem estar dos utentes, nomeadamente a temperatura dentro das instituições, é muito superior àquilo que acontece em outras Misericórdias.

Portanto, tem de haver uma diferenciação quando é feita a repartição do que é público.”

João Henriques denuncia que no interior a sustentabilidade destas instituições está a ser posta em causa ainda devido a outros problemas que entende que os penaliza duplamente.

“Sabendo que a média das pensões de Bragança é de cerca de metade da média das pensões nacionais e, como tal, somos duplamente penalizados e fazemos um serviço melhor do que qualquer uma das outras.

Começamos a não aguentar fazer este tipo de trabalho e o Estado tem de perceber a sua função é pagar de forma diferente aquilo que se faz também de forma diferente.”

Em todas as valências que apresenta, a Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro serve 750 utentes.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)