Militar da GNR condenado a três anos e meio de pena suspensa por tráfico de droga

O Tribunal de Vila Real condenou, ontem, um militar da GNR a três anos e meio de pena suspensa por tráfico de droga. Outro guarda foi absolvido.

No processo estavam envolvidos mais dois arguidos. Um foi condenado a uma pena de dois anos e meio e o outro a dois anos e quatro meses. Em ambos os casos são penas suspensas.

Os quatro arguidos tem idades entre 25 e 36 anos. O Ministério Público acusou-os do crime de tráfico de estupefacientes entre, pelo menos, julho de 2017 e abril de 2018.

O tribunal provou que o militar de 35 anos se dedicava ao tráfico de droga de menor gravidade e que usava o dinheiro para sustentar o seu consumo. Este arguido estava a cumprir prisão preventiva e saiu ontem em liberdade do tribunal.

O guarda de 27 anos foi ilibado pelos testemunhos da namorada, que assumiu que a droga apreendida era sua, e do pai, que disse que os vasos e o fertilizante eram seus. 

 

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Ansiães)