A cereja é rainha em Alfândega da Fé de 7 a 10 de junho

Durante quatro dias, a vila de Alfândega da Fé promove mais uma edição da Festa da Cereja, um dos mais antigos certames da região transmontana.

E a qualidade de excelência do fruto é garantida, como refere Eduardo Tavares, vice-presidente da autarquia alfandeguense e presidente da Cooperativa Agrícola de Alfândega da Fé:

“O fruto está bom, estamos perante uma campanha que podemos considerar boa e que aparece no tempo certo.

Em termos de quantidade, também é um ano bom.

Contamos que na Festa da Cereja teremos a melhor cereja.”

A cereja de Alfândega da Fé, incluindo também algumas zonas limítrofes, aguarda pela aprovação da candidatura a Indicação Geográfica Protegida, que foi submetida o ano passado e poderá receber a resposta ainda este ano.
Eduardo Tavares adianta também que está a ser feita uma aposta para aumentar o número de produtores no concelho:

“Nos últimos anos, temos trabalhado para que haja um aumento da produção e dos produtores.

Esta cultura tem tido alguns pontos altos e baixos nos últimos anos, e neste momento estamos a trabalhar no sentido de dinamizar a atividade, trazendo mais agricultores, capacitados para as novas exigências do mercado, assim como novas variedades.
O que estamos a fazer em Alfândega da Fé é um trabalho de evolução normal e natural, e nesse sentido, podemos dizer que o número de produtores no concelho está novamente a aumentar face a alguns anos atrás.”

Para o certame, que este ano prolonga-se por mais um dia, a autarquia investe entre 150 a 170 mil euros e estima que possam ser vendidas mais de 15 toneladas de cereja. Conta com lotação máxima de expositores, num total de 80, dos quais sete são produtores de cereja. No primeiro, destaque para o Seminário – Jovem Empresário Rural, uma iniciativa nacional que arranca em Alfândega da Fé na qual vão estar presentes o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, e o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas:

“Trata-se de um importante seminário sobre o jovem empresário rural, recentemente instituído pelo Governo, precisamente para criar uma nova figura de apoio aos jovens entre os 18 e os 40 anos, de forma a que dinamizem atividades no meio rural.

Este seminário faz parte de um conjunto restrito de seminários que vão acontecer a nível nacional, sendo o primeiro realizado em Alfândega da Fé no dia 7 de junho, onde contamos ter a presença do Secretário de Estado das Florestas e do Ministro da Agricultura.
É pretendido que neste seminário se inicie um debate sobre esta temática para que, em breve, possamos definir medidas de apoio de forma a que os jovens empresários rurais se possam fixar nestes territórios.”

O primeiro Encontro de Bombos Us Bat n’Pelle, dia 9, e o segundo concurso Cereja de Alfândega da Fé, no dia 10, são outros dois atrativos da edição este ano:

“Este ano vamos ter uma novidade, que é o primeiro encontro de bombos , este qye vai trazer 12 grupos de bombos portugueses a Alfândega da Fé.

É uma iniciativa nova que promete trazer muita animação e quase 300 pessoas destes 12 grupos para fazerem um espetáculo que vai certamente ficar na memória das pessoas.
Vamos fazer também o II Concurso da Cereja de Alfândega da Fé, precisamente para valorizar a produção e a qualidade da cereja deste concelho, premiando os agricultores que tiverem melhores produções.”

Na animação são cabeça de cartaz os Minhotos Marotos, Per7ume, Cuca Roseta e DAMA.
Integrada no certame está ainda a 3ª Maratona da Cereja, que faz parte do Campeonato Regional de Atletismo.

Escrito por ONDA LIVRE

Conheça aqui o cartaz completo

CARTAZ FC2019_FINAL_curvas