Piscinas Municipais cobertas de Macedo de Cavaleiros fechadas há cerca de dois meses

Há cerca de dois meses que as piscinas municipais cobertas de Macedo de Cavaleiros estão fechadas ao público.

Inicialmente, a sua paragem deveu-se à necessidade de reparar o depósito de água quente, porém, a meio deste processo novas complicações surgiram, como explica Rui Vilarinho, vereador do Município Macedense:

“Foram duas situações que motivaram esta paragem. Inicialmente, foi a rotura do depósito de água quente, que foi constatada quando se ia iniciar a atividade normal em setembro. Enquanto o depósito não chegou houve algum tempo de espera, porém parecia estar tudo a ficar regularizado. No entanto, a meio da semana passada houve um tubo que alimenta esse depósito, que rebentou durante a noite e encharcou a casa das máquinas. Daí, os três motores entraram em curto-circuito e ficaram avariados. Já foram retirados esses motores. Posto isto, aproveitamos o momento para substituir todos os tubos da piscina, até porque é um edifício com mais de 20 anos que requer manutenção e para que não aconteçam mais situações do género decidimos precaver-nos.” 

Uma situação que tem causado constrangimentos, não só à população em geral, como também aos alunos da escola:

“Sabemos que está a criar constrangimentos às pessoas mas os acidentes acontecem e estamos cá para os tentar solucionar. 
Relativamente aos gastos, com o depósito gastámos à volta de seis mil euros mas relativamente a esta última avaria ainda não consigo precisar porque tínhamos urgência em repará-los, mas seguramente que serão também alguns milhares de euros. Para nós, ou seja, para uma câmara que está com dificuldades não ajuda, mas não há nada a fazer e temos de ser céleres a resolver o problema porque as pessoas precisam.”  

 

Rui Vilarinho espera que a normalidade esteja retomada no início da próxima semana e que as piscinas possam abrir portas sem qualquer constrangimento.

 

Escrito por ONDA LIVRE 

IMG_2992