Câmara de Macedo de Cavaleiros vai distribuir máscaras por toda a população

A Câmara de Macedo de Cavaleiros adquiriu 20 mil máscaras cirúrgicas para distribuir pela população do concelho e algumas estão também a ser entregues nos serviços do hospital.

O autarca, Benjamim Rodrigues, assegura que, nesta primeira fase, todos os habitantes terão, pelo menos, uma máscara:

“As 20 mil máscaras são para a população do concelho, sendo que algumas já foram distribuídas por alguns serviços do hospital, nomeadamente urgência e o serviço onde os doentes com Covid-19 estão internados. Estamos a privilegiar essas duas ações.

No concelho temos cerca de 14 mil pessoas, mas muitas delas já estão munidas de máscaras em quantidade suficiente até para o próprio agregado familiar. Portanto, o número de máscaras necessárias tem de ser ponderado caso a caso, família a família.

Temos pessoas que dizem não necessitar  da máscara e podemos disponibilizar as que sobrarem para outras pessoas que tenham menos.

Depois, em função dos gastos, iremos tentar adquirir mais.”

Benjamim Rodrigues espera que na próxima semana as máscaras já possam começar a ser distribuídas pela população, com a colaboração dos presidentes de junta:

“Não posso dar uma certeza, mas foi-me garantido que, em princípio, na próxima semana, já poderemos distribuir as máscaras.

Estamos a ponderar articular a entrega com os presidentes de junta, sabendo as pessoas que, se tiverem necessidade, se devem dirigir a eles.

Os fogos habitados serão aqueles que vão ter distribuição de máscaras e serão os presidentes a distribuí-las.”

O presidente deixa saber ainda que estão a ponderar entregar kits completos à população:

“Eventualmente poderemos fazer kits para toda a população.

Estamos a ver se há disponibilidade de material, para já conseguimos as máscaras, agora vamos ver se conseguimos criar esses kits completos. 
Além da máscara, estes kits teriam um pequeno frasco de desinfetante e luvas.”

As máscaras foram compradas a uma empresa do concelho de Macedo por um preço inferior a um euro por unidade.

Escrito por ONDA LIVRE