CAM revalida títulos de campeão distrital de atletismo e de vice-campeão da zona Norte de corta-mato

CAM revalida títulos de campeão distrital de atletismo e de vice-campeão da zona Norte de corta-mato

O Clube Atlético de Macedo de Cavaleiros revalidou os títulos de campeão distrital da Associação de Atletismo de Bragança e de vice-campeão da zona Norte de corta-mato.

O Campeonato do Norte de Corta-Mato disputou-se no passado sábado em Viana do Castelo, com a presença de 11 atletas do CAM.

Rui Muga alcançou o terceiro lugar na classificação geral e Lucinda Moreiras o quarto, conquistando o primeiro em veteranas 50.

Uma prova competitiva que reafirma a força da equipa, considera João Chumbo, responsável pela secção de atletismo do Clube Atlético de Macedo:

“Antes da prova já prevíamos que o pódio seria disputado entre nós e o Clube Atlético de Viana do Castelo.

Foi uma prova competitiva e entre estas duas equipas não me pareceu que houvesse outras que pudessem causar moça. Foi preciso deixar tudo na lama, literalmente, para chegar ao lugar que conquistámos.

É o reafirmar da força da equipa de atletismo no que toca a conquistas, quer a nível distrital quer ao nível da zona Norte.

Podemos concluir com isto que somos a segunda melhor equipa do Norte, fomos a esta prova sem o Carlos Lopes, uma baixa de peso, e mesmo sem ele conseguimos revalidar o título, o que reflete bem a força e consistência da nossa equipa. “

Destaque ainda para José Carvalho que alcançou o quarto lugar, Nuno Pereira o quinto e Pedro Rodrigues o sétimo, ficando assim entre os 10 melhores. Dos restantes atletas do CAM que participaram na prova, Carlos Ferreira ficou em 18º, Carlos Carneiro em 30º, Tiago Valente em 36º, João Chumbo em 43º, Artur Costa em 50º e Hélder Devesa ficou em 52º.

Nesta prova, para a classificação coletiva apenas contava a prestação de três atletas. Se fossem quatro, o CAM seria campeão regional.

João Chumbo está em crer que, à terceira, será de vez:

“Se fossem quatro atletas a contar para a classificação coletiva teríamos ficado em primeiro lugar. Penso que é uma demonstração de força.

Costuma-se dizer que à terceira é de vez e não custa tentar e sonhar.

Para nós o segundo lugar já foi muito bom e o que queríamos era revalidar, pelo menos. Conseguimos, se tivéssemos ficado em primeiro seria um voo maior, mas não estamos desiludidos. Vai servir de motivação para as próximas provas.”

No próximo domingo, a secção de atletismo do CAM vai participar no Campeonato Nacional de Corta-Mato na Amora, no Seixal.

Mas poucos atletas poderão estar presentes:

“Como é longe nem todos os atletas têm disponibilidade para ir devido ao trabalho e à família, uma vez que é necessário ir no dia anterior.

Em princípio só nos vamos fazer representar por três atletas masculinos e duas femininas.
No entanto, perspetivo que todos vão dar o seu melhor e representar as cores do clube da melhor maneira.”

O Campeonato do Norte de Corta-Mato contou com a participação de atletas de Bragança, Vila Real, Braga, Viana do Castelo e Porto.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar