CA Macedo goleia Forte Carrazedense em casa por 7-0

CA Macedo goleia Forte Carrazedense em casa por 7-0

O CA Macedo deu goleada por 7-0 ao Forte Carrazedense este domingo em casa no 13º jogo do Campeonato Distrital da Divisão de Honra Pavimir.

Foram quatro tentos na primeira parte e na segunda mais três, um deles de penálti, marcado por Tózinho, após a expulsão de Jota, da equipa de Carrazeda.

José Carlos Afonso diz ter sido fruto de muito trabalho:

“Teve de se trabalhar muito desde a primeira hora.

Entrámos hoje o jogo todo como entrámos a segunda parte do anterior e tornou-se mais fácil pois deu para meter mais jogadores e poupar outros. O terreno tem dificuldades, especialmente para quem quer construir. 
Houve aplicação de todos os jogadores, mesmo na segunda parte houve a entrada do Gonçalo, e sendo a posição de guarda-redes muito complicada, é nestas situações que temos de demonstrar que contamos com ele e isso viu-se, teve duas ou três situações bem trabalhadas. Portanto, só podemos estar todos contentes com o desempenho dos jogadores.”

Um bom início de segunda volta para o emblema de Macedo, que já no fim de semana anterior tambéw venceu em casa o Vinhais. Mas ainda é cedo para sonhar com um possível regresso aos nacionais, refere o treinador:

“São equipas em formação, estão no fundo da tabela e sentem dificuldades. Vamos encontrar outras que nos vão dar ainda mais alento mas é com estes que temos de solidificar a forma de jogar e o empenho dos jogadores.”

Do lado do Forte Carrazedense, que perdeu os dois jogos que disputou com o CA Macedo, o técnico, Evandro Forte, justifica o resultado com as diferentes realidades em que as duas equipas se encontram:

“O resultado é o reflexo do projeto. O CA Macedo tem mais tempo, mais investimento, o nosso é baixo e começou há um ano, não temos ainda um elenco completo. Hoje trouxe 12 jogadores para jogarem com uma equipa já estruturada, com dois ou três anos de campeonato, sendo por isso um resultado normal para a nossa realidade.

Quando o penalti, bastante duvidoso, foi assinalado deixou os jogadores muito nervosos e o jogador disse o que não devia para o árbitro, sendo expulso.”

O CA Macedo mantém a 5ª posição da tabela e volta a jogar no próximo sábado em casa, desta vez com os Africanos de Bragança, que este domingo perderam por 3-0 com o Rebordelo.

Escrito por ONDA LIVRE

IMG_3337

IMG_3325

Relacionados

Comentar