PSD de Macedo de Cavaleiros exige a Benjamim Rodrigues que se pronuncie sobre a qualidade da água do concelho

PSD de Macedo de Cavaleiros exige a Benjamim Rodrigues que se pronuncie sobre a qualidade da água do concelho

No âmbito da Operação Gota D’Água, que investiga a falsificação de análises de água destinada ao consumo humano, e que levou à realização de várias buscas pela Polícia Judiciária, entre elas à Câmara de Macedo de Cavaleiros, os vereadores da oposição do executivo municipal macedense pediram uma reunião com caráter de urgência com o vice-presidente do Município macedense, Rui Vilarinho, que pertence à administração do Laboratório Regional de Trás-os-Montes.

Neste encontro, a vereadora do PSD Clementina Gemelgo, dá a saber que lhes foi garantido que a água fornecida no concelho tem qualidade, não tendo sido alvo de qualquer análise adulterada:

“Ele garantiu-nos que a qualidade da nossa água para consumo humano não estava em causa e que as nossas análises não foram adulteradas.

O que nos disse foi que só houve uma situação de valores de análises que suscitaram dúvidas à PJ mas foram esclarecidas pela funcionária, que não teríamos problemas desse nível e que a nossa água é, garantidamente, de boa qualidade, com análises correspondentes aos valores reais.

Esta é a posição do nosso Município e não temos razão para desconfiar da palavra do vice-presidente. No entanto, relembro que o processo ainda está em investigação e poderão vir a encontrar-se novos casos de análises trocadas.”

Ainda assim, a também presidente da Comissão Concelhia do PSD de Macedo de Cavaleiros, exige, em nome desta, ao autarca de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues, que preste um esclarecimento à população do concelho, em relação às investigações da PJ e à qualidade da água que chega aos munícipes:

“O que pedimos é que, à semelhança do que aconteceu em outras câmaras, o presidente se dirija aos munícipes, no sentido de não fomentar mais o alarme social e esclarecer as pessoas de que não há, de facto, problemas com a nossa água e que não há problema algum em continuarmos a consumi-la.

A Câmara de Vila pouca de Aguiar, por exemplo, para tranquilizar os munícipes, contratou um outro laboratório, 100% com fundos públicos, para que as pessoas tivessem garantia de que não há problemas com a água que estão a consumir.

Aqui não só não houve isso como não houve qualquer comunicação às pessoas ou esclarecimento.”

A posição da Comissão Política Concelhia do PSD de Macedo de Cavaleiros relativamente à Operação Gota D’Água, que investiga o laboratório responsável pelas análises das águas de vários municípios, inclusivamente o de Macedo de Cavaleiros.

COMUNICADO AQUI

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados