“Desassossego”, um retrato da realidade da mulher em pintura para visitar no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros

“Desassossego”, um retrato da realidade da mulher em pintura para visitar no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros

A mulher é o mote da mais recente exposição de pintura inaugurada no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros.

Chama-se “Desassossego” e é composta por 29 peças pintadas a aquarela, acrílico e ainda com algumas colagens, da autoria da macedense Veneranda Pereira.

Assumindo-se como uma porta-voz das mulheres na arte, a artista tenta com estes trabalhos expor situações em que ainda muito há a fazer pelas mulheres:

 

Sou sensível aos problemas e a todas as idiossincrasias das mulheres.

É evidente que nós conquistámos já um lugar no domínio do trabalho e da paridade, mas ainda há muito trabalho para fazer.

Eu como artista não vivo indiferente a este mundo que nos rodeia das tragédias e das mulheres que são grandes vítimas. E, por isso, tento passar para a tela todos os meus sentimentos e emoções. Às vezes há até quem diga que é um pouco trágico e é, mas a vida não é cor-de-rosa. Temos de ser realistas.

Também remeto alguns trabalhos para o Jardim do Éden, para o pecado original e o porquê da mulher.

São temas que eu vivo e me preocupam, não por mim mas vivo os problemas dos outros.

A exposição foi inaugurada no dia internacional da mulher.

Uma data que foi propositadamente escolhida:

 

“É evidente que esta data é importante.

Há quem diga que não é preciso comemorar o dia da mulher, mas ainda faz sentido, no século XXI, falar deste tema.

Temos ali uma peça, numa rede, que representa uma mulher que foi morta por não usar o véu corretamente, a polícia da moralidade, pura e simplesmente, matou-a.

Portanto, isto ainda são realidades no século XXI que nos preocupam.

Não há muitos anos que a violência doméstica é criminalizada em Portugal.”

Rui Vilarinho, presidente da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros em exercício, destaca a importância desta exposição, não só por ser da autoria de uma artista macedense mas também pelo tema para o qual chama a atenção:

 

“É importante divulgarmos, acima de tudo, aquilo que temos de melhor no nosso concelho. Temos de ajudar e enaltecer a sua qualidade e poder apresentá-la a todos os macedenses e não só. É um orgulho para nós. São trabalhos excelentes.

O foco desta pintura é na mulher e na evolução que tem havido no nosso mundo. Com algum orgulho digo que na Europa já começa, cada vez mais, a haver menos desigualdades, mas ainda há partes do mundo onde ser-se mulher traz uma conotação terrível e um sofrimento atroz.

Acho que é uma missão de todos, enquanto seres humanos, tentar contrariar isso.

Quando pensamos que o ser humano e a humanidade estão tão evoluídos, se pararmos um pouco para refletir e pensar neste conceito, se calhar não estamos assim tão evoluídos quanto imaginamos.”

A exposição de pintura “Desassossego” de Veneranda Pereira pode ser visitada no Centro Cultura de Macedo de Cavaleiros até 20 de abril.

Escrito por ONDA LIVRE

IMG_9223 IMG_9198 IMG_9199 IMG_9200 IMG_9202 IMG_9203 IMG_9205 IMG_9206 IMG_9208 IMG_9209 IMG_9210 IMG_9211 IMG_9212 IMG_9213

IMG_9227 IMG_9215 IMG_9220

 

Relacionados