Peça de teatro “Triunfo Silencioso” sobe esta noite ao palco do Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros

Peça de teatro “Triunfo Silencioso” sobe esta noite ao palco do Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros

O teatro regressa esta sexta-feira ao palco do Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros com a peça Triunfo Silencioso.

Uma produção da Teatro Livre que faz uma viagem do tempo para antes da Segunda Guerra Mundial, inspirada no livro Addrres Unknown, de Kathrine Kressmann Taylor, desvenda o encenador e ator, Beto Coville:

“Em 1936, essa autora escreveu um livro sobre as cartas que eram abertas, principalmente dos emigrantes ou judeus, pessoas americanas que moravam em Berlim e Munique, na Alemanha, antes da Segunda Guerra Mundial.
Ela leu um artigo no jornal de alguns estudantes que estavam a fazer erasmus na Alemanha e mencionaram que as cartas eram abertas.
Inspirado nesse facto, ela resolveu escrever uma ficção que é uma troca de correspondência entre dois amigos, um deles judeu que mora em São Francisco e o outro alemão, que mora em Munique.
Dessa troca de correspondência, como eles são sócios de uma galeria de arte em Nova Iorque, ali nós conseguimos perceber o começo da ascensão dos nazis ao poder e o que levou depois à Segunda Guerra Mundial.
Na verdade o espetáculo é uma troca de correspondência entre esses dois amigos, um olhando pelo prisma judeu e o outro pela alemã.”

O espetáculo é acompanhado com música, tocada ao vivo por violancelo.

A liberdade, a forma de pensamento e a forma como os locais influenciam o pensamento são constantes neste enredo, para o qual o encenador deixa o convite:

“Quero convidar todos os macedenses para irem ver o espetáculo pois cultura nunca é demais.

Este é um espetáculo que fala muito sobre o pensamento livre, a liberdade, a forma como as pessoas se posicionam diante da vida e diante das questões que envolvem a sua segurança e a de um povo.
Acho importante esse tipo de mensagens serem faladas, principalmente neste ano em que comemoramos os 50 anos do 25 de Abril.
Esta é uma história que é situada entre a Alemanha e os EUA mas é universal pois fala principalmente de direitos humanos e liberdade.”

Para assistir esta sexta-feira às 21h no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros.

Escrito por ONDA LIVRE

 

Relacionados