“Corço Challenge”, uma prova pioneira que traz o OCR ao concelho de Macedo e já tem 25% das inscrições preenchidas

“Corço Challenge”, uma prova pioneira que traz o OCR ao concelho de Macedo e já tem 25% das inscrições preenchidas

Já estão reservadas 25% das vagas para participar no Corço Challenge, a prova de obstáculos que vai acontecer no dia 2 de junho na Serra de Bornes, em Macedo de Cavaleiros.

É uma atividade pioneira na região, para a qual são esperados entre 200 a 300 participantes, e que apenas em 48 horas conseguiu já um quarto da capacidade de inscritos, dá conta Luís Lino, presidente da associação Grijó + Jovem, organizadora do evento:

“É uma prova de obstáculos, tem 10km de distância, ao longo dos quais vai ter obstáculos para os participantes ultrapassarem.
É uma atividade pioneira, que nunca foi feita aqui na região, e seremos nós a dar o pontapé de saída nesta modalidade, o OCR.
Vai acontecer na Serra de Bornes, na parte de Grijó e Vilar do Monte e vão também passar no cercado do Corço.
As inscrições abriram há cerca de uma semana e já temos 25% da capacidade atingida, em 48 horas, o que é sinal de que vai ser um sucesso.
Temos alguma afluência de pessoas do concelho mas grande parte é de fora. Temos da zona de Bragança, Vila Real, Porto e Chaves.
Acreditamos que vá ser um dos maiores eventos desportivos que se vai fazer este ano na zona de Macedo.
Não é habitual nestas provas haver confraternização depois da prova mas nós vamos privilegiar esse momento com um almoço.
Estamos a contar com entre 200 a 300 pessoas, por isso, temos de nos preparar.”

O percurso vai começar a ser marcado e os obstáculos a serem preparados a partir deste fim de semana e Luís Lino revela alguns dos que estão definidos:

“Ali vamos ter obstáculos naturais e alguns artificiais, alguns em madeira e pneus, mas privilegiamos o que é natural.
Estamos a tentar fazer passagens dentro de ribeiros, valas, algumas também com fardos para os participantes ultrapassarem ao longo da prova.”

Este é o primeiro ano da atividade que, se correr bem, vão tentar inseri-la nas provas da Liga Portuguesa de OCR:

“Temos duas vertentes: o grupo de elite, que é mesmo para os que vão para competir e tentar ganhar a prova, e depois há o fun que é mais para diversão.

No competitivo de elite, quem não passar três obstáculos é logo desqualificado, enquanto no fun, em 20 obstáculos têm de passar pelo menos cinco.
Temos um prémio de participação e depois iremos ter um cabaz ou algo do género para entregar à pessoa, não será um prémio monetário.
Este é o ano de lançamento da iniciativa e esperamos que seja para repetir e com mais força ainda.
Se correr bem e se os participantes gostarem da prova, o objetivo é tentar entrar na Liga de Portugal de OCR.”

Não há idade para poder participar na prova, sendo que os menores de 18 anos deverão fazer-se acompanhar de uma autorização dos pais ou tutores.

O custo de inscrição é de 25 euros com almoço e de 20 sem a refeição.

O Município de Macedo de Cavaleiros é parceiro da iniciativa, prestando apoio logístico.

Escrito por ONDA LIVRE

 

Relacionados

Comentar