Pistácio pode ser boa aposta produtiva na região

Pistácio pode ser boa aposta produtiva na região

A produção de pistácio pode ser uma aposta rentável e uma boa oportunidade para dar dinâmica económica a regiões como a transmontana.

É esse o entender dos responsáveis da Fruystach, uma empresa detida por produtores de pistácio, que está a tentar captar investidores para esta cultura, no interior do país, entre Bragança e Évora.

De acordo com José Martino, presidente do Conselho de administração desta empresa, a região transmontana reúne características edafoclimáticas propícias para a produção deste fruto seco, com muito frio no Inverno e muito calor no Verão:

Icone ouvir radio_novo

Já no próximo mês de janeiro, estão previstas sessões de esclarecimento em diversos concelhos do distrito de Bragança, promovidas pela empresa que se pretende transformar numa organização de produtores.

Icone ouvir radio_novo

José Martino garante que o escoamento da produção está assegurado para a União Europeia, onde a procura supera em muito a oferta. Na perspectiva do responsável, para suprir as necessidades dos mercados da União Europeia será necessário plantar mais 120 mil hectares.

Icone ouvir radio_novo

A Fruystach, empresa detida por produtores de pistácio, vai entrar em funcionamento na próxima segunda-feira, 4 de Janeiro, com a abertura da sua sede no Fundão.

Informação CIR (Rádio Brigantia)

Relacionados