Pedro Pires aponta o dedo às entidades responsáveis pela cultura

“Os santos da terra não fazem milagres.”

Este poderia ser o proverbio que expressa bem a indignação do coreografo da Companhia de Dança do Norte.

Pedro Pires afirma que as mentalidades têm que mudar e só com um olhar interessado para o que de melhor se faz pela cultura da região é possível inverter a tendência do despovoamento.

O responsável pelas coreografias da companhia de danças sediada em Macedo de Cavaleiros aponta o dedo aos gestores da cultura da capital de distrito.

microfone

 

Pedro Pires é dogmático ao dizer que os de fora são os bons e os de cá não valem nada e sustenta que a mentalidade é a assassina da região.

E apela a uma maior aliança das várias entidades que trabalham pela cultura.

 

microfone

Este sábado, a partir das 21h45, a Companhia de Dança do Norte estreia o novo espetáculo “Different Boddies, Different Movements” no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros.

 Escrito por Onda Livre