Três bombeiros brigantinos passaram 12 dias em missão humanitária

Três elementos da corporação de Bombeiros de Bragança estiveram 12 dias numa missão humanitária num acampamento de refugiados saharaui . Os soldados da paz estiveram em território argelino, integrados numa Organização Não Governamental espanhola, onde ajudaram a dar os primeiros passos para a instalação de um corpo de bombeiros.

Carlos Martins, João Múrias e Paulo Ferro foram os três elementos dos Bombeiros Voluntários de Bragança que durante 12 dias participaram numa missão humanitária integrados na Organização Não Governamental espanhola “Bombeiros em Acção”.

Os soldados da paz integraram um grupo de sete elementos que esteve em território argelino para dar apoio aos refugiados saharauis.

Carlos Martins conta que entre as missões deste grupo esteve a instalação de uma corporação de bombeiros nos campos de refugiados.

Paulo Ferro acrescenta quer os incêndios já fizeram várias mortes dentro dos acampamentos, daí a necessidade de um corpo de intervenção.

Nestes 12 dias destaque ainda para a missão de garantir água de qualidade às famílias refugiadas nestes acampamentos. Apesar das contrariedades, ainda houve tempo para realizar trabalho extra, que foi bem recebido pela comunidade.

Esta foi uma experiência única para os três elementos da corporação de Bragança que integraram esta missão humanitária.

Informação CIR (Rádio Brigantia)