Coligação Macedenses Primeiro está formalizada no concelho

Agora está formalizada. A Coligação Macedenses Primeiro foi firmada ontem à noite oficialmente ente as Concelhias do PSD e do CDS, que optam, desta vez, por apresentarem listas conjuntas às autárquicas, assinado por Rui Costa e Luís Manuel Gonçalves.

reduzido 3

Rui Costa: “Marcamos hoje o início de uma candidatura que pretende mobilizar vontades e energias para continuar a enfrentar com coragem e determinação os desafios que se nos colocam nos próximos anos. Julgo que estão reunidas as condições para afirmar que esta será uma candidatura marcada pelo dinamismo, experiência e atitude de uma equipa.”

Luís Manuel Gonçalves: “A Comissão Política do PSD, depois de uma análise cuidada, opta, em conjunto com a Comissão Política do CDS, por apresentar listas conjuntas às próximas eleições autárquicas.

Fá-lo com confiança no futuro e a crença de que este é o melhor caminho para prosseguir o progresso da nossa terra e garantir o progresso dos macedenses.”

Presente esteve Manuel Cardoso, presidente da Distrital do CDS, entende que o estabelecimento de coligações não contraria a estratégia nacional do partido, porque a proposta era apresentar candidaturas em todo o distrito.

reduzido 3

“O CDS apresentou a sua estratégia já há um ano, dizendo que iríamos concorrer em todo o distrito, nuns concelhos em coligação, noutros os listas próprias. É isso que está a acontecer.

Estamos a concorrer em coligação com o PSD em alguns concelhos, com outras coligações noutros, e com listas próprias, em Mirandela, por exemplo.

Estão anunciadas as coligações que o PSD também já tinha anunciado. Temos Vinhais, Macedo, Vila Flore, Torre de Moncorvo. Em Vimioso vai haver uma coligação do CDS, mas não com o PSD. E em Bragança situação idêntica. Em Carrazeda de Ansiães, não há coligação com o PSD.”

No concelho de Macedo de Cavaleiros, chegou a afirmar-se uma candidatura do CDS a solo. Mas em Setembro do ano, foi anunciada, num comunicado enviado às redações, a coligação que agora está assinada.

reduzido 3

“Na altura, houve logo um contato do PSD, que motivou a sua análise pela nossa parte.

Depois concordámos, pelos termos em que foram evoluindo as conversações entre os dois partidos, e decidimos que era o melhor a fazer pelo concelho.

Põe, de alguma maneira, a continuidade em algo que vinha a acontecer há alguns anos. Vínhamos a dar apoio não numa coligação formal, mas na câmara municipal. E agora apresentamos-nos aos eleitores para eles fazerem o seu julgamento e para nos darem ou não a sua confiança para o futuro.

Eleições são eleições, e daqui até outubro haverá muito trabalho para fazer.”

A coligação Macedenses Primeiro foi ontem firmada formalmente em Macedo de Cavaleiros, e apresenta PSD e CDS juntos às eleições mandatadas para 1 de outubro. Recorde-se que em 2013, o PSD venceu, sem maioria, e acabou por estabelecer um acordo de governação com o CDS.

E em Mirandela, já é conhecida a candidata do CDS, que concorre sem coligação.

reduzido 3

“Em Mirandela a candidata do CDS vai ser a Dr. Paula Lopes, que penso que vai ser uma excelente candidatada.

Tem experiência autárquica, é uma empresária naquele concelho, uma farmacêutica conhecida por todos, muitíssimo competente naquilo que faz e com um percurso de vida muitíssimo bom. Penso que é uma excelente candidata para ser uma alternativa em Mirandela.

Mirandela precisa de dar um passo em frente, de voltar a ganhar a frescura daquilo é que um mandato  autárquico como foi o de José Gama. Penso que Paula Lopes estará a essa altura.

A nossa expectativa é melhorar a nossa presença autárquica e todo o distrito. Vamos ou manter ou subir o número de vereadores nas respetivas câmaras e aumentar significativamente a nossa representação nas assembleias municipais e nas juntas de freguesia.”

Paula Lopes é o nome escolhido para avançar pelo CDS em Mirandela.

Oiça os discursos da Coligação Macedenses Primeiro:

Rui Costa

reduzido 3

Luís Manuel Gonçalves

reduzido 3

Duarte Moreno

reduzido 3