Focos de Lagarta do Pinheiro identificados e eliminados na cidade Macedense

A Proteção Civil Municipal de Macedo de Cavaleiros procedeu esta semana à retirada de ninhos de lagarta do pinheiro junto ao hipermercado LIDL naquela cidade.

Este inseto constitui uma ameaça à saúde pública, tanto para pessoas como para animais, podendo, se houver contacto direto, despoletar alergias, problemas de pele, complicações respiratórias e, em casos extremos, até a morte.

Uma situação que tem já há algum tempo a motivar queixas por parte dos moradores próximos e clientes daquela superfície comercial, o que levou à intervenção necessária do município, como refere Pedro Mascarenhas, vice-presidente e responsável pelo pelouro da Proteção Civil.

“A Proteção Civil Municipal procedeu à retirada dos ninhos da Processionária, mais conhecida como Lagarta do Pinheiro, porque houve queixas dos habitantes próximos daquela zona manifestando desagrado por haver ali uma infestação desse inseto.

A lagarta do pinheiro é altamente venenosa, pode causar mal-estar e doenças em pessoas e animais, e, como tal, a Proteção Civil tinha que fazer alguma coisa. Contactamos o Lidl, visto que os pinheiros estavam no parque de estacionamento daquela loja, eles  informaram-nos de que não tinham meios técnicos para proceder à retirada dos ninhos, visto ser algo que tem de ser feito com muita cautela e proteção, e pediram, por isso, a nossa ajuda. Nós cortamos os pinheiros que estavam lá pois, se assim não fosse, a praga reapareceria no próximo ano. Neste momento, estamos convencidos de que naquela zona não voltará a haver lagarta do pinheiro nem risco para a população.”

Para já, este foi o único foco denunciado em meio urbano no concelho, mas se a situação se tornar recorrente, o vice-presidente não descarta a hipótese de ser criada uma equipa especializada para combater a praga.

“Até agora foi um caso único que conseguimos resolver da melhor forma com os meios  que temos.

 Se nos aparecer outra situação, e se começar a ser recorrente, aí talvez pensaremos em constituir uma equipa que seja um pouco mais especializada e que tenha meios para poder atuar mais vezes. No seguimento desta ação, aproveito para lançar um apelo a toda a população: se virem esta lagarta, para além de não lhe tocarem, peço que alertem a Proteção Civil, GNR ou a Delegada de Saúde, para que possamos continuar a eliminar estes focos de perigo.”

A Processionária, vulgarmente conhecida por Lagarta do Pinheiro é o inseto que mais desfolha cedros e pinheiros em Portugal e tem crescido ultimamente como consequência das alterações climáticas.

A Proteção Civil Municipal de Macedo de Cavaleiros deixa ainda, em comunicado, os seguintes conselhos à população:

  • Afaste-se das lagartas e entre em contacto com a Proteção Civil, Delegação de Saúde ou
    com os serviços regionais do ICNF;

 

  • Nas escolas e outros locais onde estejam presentes crianças, impedir, sempre que
    possível, o seu acesso à zona das árvores atacadas sobretudo na altura em que as lagartas descem da árvore;

 

  •  Em caso de aparecimento de sintomas de alergia, consulte de imediato o posto médico
    mais próximo;

 

  • Se encontrar a lagarta do pinheiro na sua propriedade, deve tomar as medidas necessárias
    e recomendadas para controlar ou eliminar a presença do inseto, evitando a sua dispersão

Escrito por ONDA LIVRE