CIB Fest | Celebrar las Lenguas: Atelier Poético, Poesia ajudou escolas portuguesas a ultrapassar pandemia

CIB Fest | Celebrar las Lenguas: Atelier Poético, Poesia ajudou escolas portuguesas a ultrapassar pandemia

Quatro escolas secundárias portuguesas acolheram, durante a fase mais grave da pandemia, em modo virtual, poetas de língua espanhola, num projeto de intercâmbio promovido pela Direção Geral de Bilinguismo e Difusão da Língua Portuguesa, da Organização de Estados Ibero-americanos (OEI).

De Albufeira a Setúbal, passando por Évora e Macedo de Cavaleiros, o trabalho desenvolvido em quatro estabelecimentos de ensino, nestas localidades, está agora disponível, numa produção audiovisual acessível através da plataforma YouTube.

O vídeo, reúne e celebra todo o trabalho que se realizou no decorrer da primeira edição do atelier com poetas de língua espanhola e portuguesa, durante diferentes residências, virtuais, de cocriação entre estudantes de escolas de seis países.

Lançado a 5 de maio de 2019, no âmbito do Dia Mundial da Língua Portuguesa, o projeto previa que poetas da língua lusa efetuassem residências, na altura, presenciais, a escolas em países de língua espanhola e vice-versa.

A pandemia acabou por alterar os planos, levando a que as residências poéticas passassem a ser virtuais, tendo sido selecionados pelo júri, 17 projetos desde a poesia escrita, a slam poetry, canções e outras formas deste género literário.

No caso das escolas portuguesas, o peruano Gian Pierre Codarlupo Alvarado, fez a sua residência na secundária D. João II em Setúbal; Valentina Lara Suarez, de nacionalidade colombiana, no Agrupamento Escolar Gabriel Pereira, em Évora; Soledad Vignolo, argentina, trabalhou com os alunos do Agrupamento Escolar de Albufeira Poente; e, por fim, Jenny Zarit Bautista Rojas, de nacionalidade colombiana, no Agrupamento Escolar de Macedo de Cavaleiros.

CIB Fest | Celebrar las Lenguas: Atelier Poético – vídeo/ YouTube

Foto: Organização de Estados Ibero-americanos (OEI)

Relacionados

Comentar