Dia Internacional do Idoso foi assinalado em Macedo de Cavaleiros

Dia Internacional do Idoso foi assinalado em Macedo de Cavaleiros

Dia 1 de outubro assinala-se o Dia Mundial do Idoso e em Macedo de Cavaleiros a data não passou em branco.

Cerca de 50 pessoas responderam à chamada da Junta de Freguesia macedense e passaram uma tarde diferente, que começou com exercício físico no Prado de Cavaleiros.

E quem participou, gostou, até porque, como os próprios dizem, a idade é só um número:

“É bom porque precisamos de fazer ginástica, sentir bem e conviver.

Penso que este dia em que se comemoram os idosos é bom pois à medida que vamos avançando, vamos ficando sempre com menos força. Estes eventos são bons porque nos fazem esquecer das coisas más. A idade a mim não me impede de fazer o que gosto.”
Fernanda Peredo, 67 anos.
“Entendi que deveria mesmo estar presente. A idade não me impede de fazer as coisas que gosto e acho que é assim que devemos encarar a vida.
O exercício físico é muito importante e costumo fazer.”
António Silva, 75 anos.
“É espetacular pois estas iniciativas são boas em todos os aspetos, seja para jovens ou idosos. Temos de nos movimentar e ficar menos tempo no sofá.
O dia dos idosos deveriam ser todos mas este é especial para comemorar e relembrar.”
Maria Valadar, 72 anos.

Além da ginástica, houve ainda uma sessão promovida pela GNR e um lanche convívio.

Uma forma de reconhecer a importância destas pessoas, explica Sérgio Borges, presidente da Junta de Freguesia de Macedo:

“Estas pessoas que nos deram e caminharam tanto, acho que merecem uma pequena comemoração e por isso decidimos fazê-la.

Promovemos atividade física e um pouco de informação de segurança, dada pela GNR, que abordou a questão das burlas, que infelizmente nas aldeias ainda acontece. Então pensámos que seria uma forma de ajudar e sensibilizar as pessoas nesse sentido.
Depois houve um lanche convívio intergerações para terminar este grande dia.”

O Dia Internacional do Idosos foi instituído pela Organização das Nações Unidas em 1991, surgindo para sensibilizar a população para o envelhecimento e para a necessidade de cuidar dos mais idosos.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados