Autarquia de Macedo vai reduzir custos com a iluminação de Natal na cidade este ano

Autarquia de Macedo vai reduzir custos com a iluminação de Natal na cidade este ano

Neste Natal vai haver menos luzes decorativas e ligadas durante menos tempo na cidade de Macedo de Cavaleiros.

O objetivo é economizar energia, dada a escalada de preços a que se tem assistido este ano, explica o presidente da autarquia, Benjamim Rodrigues:

“Vamos fazer a habitual iluminação de Natal mas, provavelmente, com menos segmentos do que no ano anterior, porque estamos num ano de poupança energética e eu discordo que tenhamos um excessivo tempo de iluminação natalícia, dados os condicionamentos que temos com a questão energética. Temos custos acrescidos com a energia que chega aos 30% de encarecimento sobre o que era a faturação habitual. Só para terem uma ideia, a previsão orçamental que fizemos de custos com a energia chegou ao mês de setembro e estava esgotada, o que só por si mostra que houve um acréscimo considerável.

Penso que devemos dar o exemplo.

Não temos propriamente uma definição para o que vamos colocar de iluminação no Jardim 1º de Maio mas será mais discreta.”

Outra das novidades é a instalação das diversões, da aldeia Natal e do mercadinho natalício nas Naves do Parque Municipal de Exposições.

O objetivo é permitir que haja sempre atividades, independentemente das condições meteorológicas:

“Teremos uma festa que poderá acontecer na semana do Natal em uma das naves, assim como o mercadinho e a Aldeia Natal, que também estarão dentro desse espaço. Isso permitirá ter uma atividade permanente durante o dia e a noite, com melhores condições térmicas, para que as crianças possam usufruir, o que até aqui, sendo no Jardim 1º de Maio, obrigava a que se tivessem de expor às intempéries, e se houvesse chuva já não podiam disfrutar. Assim poderemos criar condições para toda a família.”

Em reunião de câmara, o vereador do PSD, Nuno Morais, pediu ao presidente que as atividades não se restrinjam às naves do Parque Municipal de Exposições, de forma a não prejudicar o comércio local:

“A maior parte das zonas urbanas nossas vizinhas já estão com atividades comerciais e luzes de Natal.

Peço que não restrinja a atividade do Natal às naves e faça alguma coisa de modo a que se sinta o ambiente natalício e assim os comerciantes possam ter aqui um papel importante.

Aproxima-se, a passos largos, o dia 1 de dezembro, que é quando praticamente todas as cidades inauguram as iluminações festivas e uma série de intervenções e, por isso, pedia-lhe que tenha uma intervenção mais forte para a dinamização da atividade comercial e a dinâmica desta época no nosso concelho.”

Ao que Benjamim Rodrigues respondeu:

“Todo o tipo de atividades que prevemos são alinhadas com o comércio, tanto que a maior parte das iniciativas de Natal que temos são sempre em alinhamento com a associação comercial. Temos o concurso de montras, que tem corrido bem, melhorado de ano para ano, e espero que neste não fuja à regra pois cria uma dinâmica e animação na cidade, tornando-a mais alegre.

À volta dos Paços do Concelho temos, de facto, uma zona comercial muito ativa. A zona central vai ter iluminação, embora não tenhamos a Aldeia Natal que habitualmente temos aqui, pois vai ser transportada para as naves do Parque Municipal de Exposições, mas salvaguardaremos com iluminação.”

Estão ainda previstos os habituais concertos de Natal.

A iluminação de Natal deverá ser ligada na cidade entre a primeira e a segunda semana de dezembro.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar