Primeira Escola de Negócios do IPB deverá abrir em Macedo de Cavaleiros em meados de fevereiro

Primeira Escola de Negócios do IPB deverá abrir em Macedo de Cavaleiros em meados de fevereiro

A primeira Escola de Negócios do Instituto Politécnico de Bragança deverá entrar em funcionamento em Macedo de Cavaleiros dentro de cerca de um mês.

Depois de ter sido anunciado que arrancaria até ao final do ano passado, Orlando Rodrigues, presidente do IPB, adianta agora que estão a trabalhar para que a escola abra portas em meados de fevereiro, para coincidir com o início do segundo semestre letivo:

“As primeiras iniciativas de formações a desenvolver estão a ser delineadas para começar em meados de fevereiro. Estamos agora a proceder à divulgação e a procurar um maior envolvimento regional com as instituições e empresas, para conseguir que haja um conhecimento suficiente do projeto na região e que, sobretudo, se reúnam as parcerias necessárias. 

As primeiras formações atrasaram-se um pouco mas vão arrancar em meados de fevereiro, coincidindo também com o segundo semestre letivo das restantes formações do IPB.”

Numa primeira fase, a escola vai arrancar apenas com uma pós-graduação, na área de Sistemas de Normalização Contabilística para Administração Pública, mas o presidente do IPB avança que há já outras ofertas formativas a serem preparadas:

“Vai ser a primeira formação com que vamos avançar, voltada para responsáveis e técnicos ligados à Administração Pública ou que com ela se relacionem. 
Teremos outras formações mais curtas que se iniciarão mais tarde. Temos também um conjunto de formações em preparação, incluindo uma pós-gradução em Inovação Empresarial, que vamos procurar desenvolver com e para empresários.”

As candidaturas deverão abrir dentro de poucos dias e, apesar de não haver um número mínimo obrigatório, Orlando Rodrigues referiu que o ideal seria começar com 20 alunos.

Para Benjamim Rodrigues, autarca de Macedo de Cavaleiros, a instalação desta escola representa uma mais-valia para a cidade a vários níveis:

“Temos gente de todo o distrito, e não só, que vai frequentar esses cursos, professores, o que tratá uma dinâmica económica que vai andar à volta do pólo educacional.

Para dar alguma sustentabilidade e diferenciação ao pólo, no âmbito do ensino diferenciado e superior, vamos complementar os cursos nesse edifício com esta escola de negócios, que nos vai trazer mais diferenciação na pós-graduação.”

As pós-graduações que vão ser lecionadas nesta escola são de nível superior não conferentes de grau académico, podendo, no entanto, dar créditos para outras formações.

A Escola de Negócios do IPB vai funcionar nas instalações do antigo pólo de saúde do antigo Instituto Piaget de Macedo, onde é já administrado o curso técnico superior profissional (TesP) de Secretariado e Línguas e está a ser instalado o pólo da incubadora de empresas BLC3. O processo de aquisição desse imóvel por parte da autarquia deve estar para breve e vai ter o custo de cerca de um milhão e 350 mil euros, a pagar durante três anos.

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados

Comentar