Movimento cívico “Tua’s” defende investimento na via ferroviária, especialmente em Trás-os-Montes

Movimento cívico “Tua’s” defende investimento na via ferroviária, especialmente em Trás-os-Montes

O futuro do transporte público em Portugal passa pelo investimento na via ferroviária com especial incidência na região transmontana, aproveitando as linhas do Douro, Sabor e Tua.

Esta será uma das principais reivindicações do “Tua’s”, um movimento cívico que vai ser oficializado hoje em Abreiro, no concelho de Mirandela, com a aprovação dos estatutos e eleição dos órgãos sociais.

Videira Félix, natural de Amieiro, e um dos fundadores deste movimento, diz que a ideia é ter uma voz firme na defesa do potencial que a região tem, intrinsecamente ligado ao caminho-de-ferro

“Os transmontanos querem uma mudança, querem o comboio, e têm sobretudo uma noção dos recursos e do potencial que Trás-os-Montes possui. Eu estou convencido que é inconcebível que a região Trás-os-Montes passe a ser, definitivamente, a única que não tem caminho-de-ferro, porque sabemos que todo o futuro passa pelo transporte público e o caminho-de-ferro tem um papel fundamental.”

O Tua’s em Movimento não acredita no plano de mobilidade da linha do Tua e Nello Borges Carneiro, natural de Vieiro, Vila Flor, outro dos fundadores deste novo movimento cívico, explica porquê:

 “Se o plano de mobilidade tivesse que ir para a frente, já teria ido. Aquele comboio parece um brinquedo. Quando tínhamos automotoras a restaurar e foram para o Peru e para a Suíça, houve automotoras do Tua que foram vendidas e dadas. Se fossem restauradas, podiam ter sido aproveitadas. Uma linha parada há dez anos vai-se degradando e com um pouco de vento aquele comboio vai a baixo.”

Este membro do Tua’s em Movimento não percebe como é possível haver um desinvestimento na via-férrea, em contra ciclo com o que diz estar a acontecer no resto da Europa

“O carril vai se liberalizar. A comunidade Europeia está a dar dinheiro a Portugal para investir no carril, não sei porque não o fazem. Em toda a Europa o carril foi transformado. O melhor transporte público do passado, presente e futuro será sempre o comboio pois é ecológico, leva mais pessoas, tem menos acidentes, é mais cómodo e mais bonito.”

Algumas das ideias defendidas pelo Tua´s, um novo movimento cívico que espera ser oficializado, esta terça-feira, ao final da tarde, em Abreiro, no concelho de Mirandela, para onde está a convocar as populações ribeirinhas do Tua para a aprovação dos estatutos e eleição de uma direção.

INFORMAÇÃO CIR (Terra Quente FM)

Relacionados

Comentar