Feira do livro usado com cariz social

O Agrupamento de Escolas de Macedo de Cavaleiros quer ajudar a subtrair as carências económicas de alguns alunos e para isso organizou, a Feira do livro usado.

Pela primeira vez, a escola sentiu necessidade em tornar mais acessível o ensino e tendo em conta o custo elevado dos manuais escolares, com a colaboração de toda a comunidade escolar é possível obter livros a baixo custo.

A docente, Maria José Peredo é a responsável pela iniciativa e explica que o objetivo é angariar fundos para ajudar os alunos a adquirir o material escolar necessário.

microfone

 

“Um colega nosso que durante as aulas dele se apercebeu que havia alunos que ainda não tinham manuais escolares e então surgiu a oportunidade de fazermos esta feira, o intuito é angariarmos fundos para reverterem a favor dos alunos carenciados para comprar material escolar livros nomeadamente manuais escolares e outro material.

E sim com o cariz solidário mesmo o nosso cartaz diz isso seja solidário ofereça um livro”.

A feira abriu portas com 129 livros, entre eles estão livros novos cedidos pelos docentes.

Há livros a um euro, e o valor máximo não ultrapassa os dez euros.

microfone

 

“Neste momento temos cento e vinte e nove livros oferecidos por alunos funcionários e professores mas estamos abertos a receber outros

– Faz muita falta há muitos alunos carenciados que não conseguem adquirir os livros?

Alguns já estavam a ser subsidiados pelos auxílios económicos o SASE outros possivelmente a situação dos pais se alterou e têm necessidades neste momento.

– E a escola quer ajudar?

Queremos ajudar todos temos livros de todos os valores nos temos livros novos que ofereçeram alguns colegas nossos professores e esses têm um valor inferior ao do mercado que nos fomos comparando os valores os preços dos livros que estavam na Internet com o que iríamos por mas nos temos livros a um euro ou um euro e meio a dois a cinco a sete a dez o mais caro acho que é dez euros.”

A Feira do livro usado começou ontem e decorre até sexta-feira nas instalações da Escola Secundária de Macedo de Cavaleiros.

 Escrito por Onda Livre