Fuga de gás obriga a evacuar quase 200 crianças em Mirandela

Fuga de gás obriga a evacuar quase 200 crianças em Mirandela

Uma fuga de gás obrigou, esta manhã, à evacuação de cerca de 140 alunos de uma escola e de 40 crianças de uma creche, em Mirandela.

Cerca das 10,30 horas desta manhã, registou-se uma fuga de gás no antigo edifício do Instituto PIAGET de Mirandela, que agora pertence ao Município, onde funciona a Escola Profissional de Arte (ESPROARTE), com cerca de 140 alunos do 7º ao 12º ano, e ainda uma creche com cerca de 40 crianças até aos 3 anos de idade.

O vereador da câmara de Mirandela, Orlando Pires, avança o que originou esta fuga de gás:

 

“O edifício Piaget em Mirandela é, neste momento, propriedade da Câmara Municipal de Mirandela. No entanto, ainda estavam alguns equipamentos num laboratório de análise laboratoriais que foram retirados pelo Piaget alimentar, e no decorrer dessas obras de retirada dos equipamentos, houve um corte de um tubo de gás que ligava a três botijas de gás butano que estavam no exterior do edifício, que fez com que o gás se propagasse pelo edifício todo e levou a que houvesse a necessidade da evacuação do edifício.”

Depois do alerta, foi acionado um plano de emergência para se proceder a uma evacuação de prevenção do edifício e retirados os cerca de 120 alunos da ESPROARTE, bem como os professores e pessoal auxiliar e da creche foram retiradas as cerca de 40 crianças.

Orlando Pires diz que tudo correu dentro da normalidade, havendo apenas o registo de um aluno da Esproarte que se terá sentido indisposto e levado ao hospital, por precaução:

“A proteção civil da Câmara Municipal de Mirandela acionou um plano de emergência no local em coordenação com os bombeiros voluntários, com a proteção civil e também com as respetivas direções da escola, neste caso com a direção da Exproarte e com a direção do infantário Nuclisol. Correu tudo de forma ordeira e não houve qualquer incidente registado, houve apenas uma criança que se sentiu indisposta, foi ao hospital mas, neste momento, está tudo normalizado.

O conjunto de ações de simulacros que a própria proteção civil da Câmara Municipal de Mirandela tem feito junto da Nuclisol e da Exproarte, fez com que houvesse uma resposta positiva, ordeira e todas as crianças/alunos estão em total segurança.”

Ao que apuramos, o aluno em causa, já teve alta, depois de ter recebido oxigénio. Devido à proximidade da esquadra da PSP, as crianças da creche foram encaminhadas para aquele edifício:

“Devido à proximidade ao edifício, a PSP acolheu as crianças da creche no seu espaço onde, passado pouco tempo, as crianças que estavam a ver um filme infantil nas instalações da Policia de Segurança Pública. Foi servido o almoço nas instalações da PSP, uma IPSS local forneceu as refeições e a partir das 13h00 os pais das crianças levaram os seus filhos para casa.”

A situação encontra-se normalizada e o edifício está a ser ventilado. Orlando Pires está convicto que amanhã as atividades letivas já serão retomadas:

“O edifício está neste momento a ser ventilado e vamos fazer uma avaliação ao ambiente do mesmo. Também tivemos a colaboração da empresa Sonorgás e da própria Galp que nos ajudou a fazer essa medição e estamos em crer que amanhã, às 8h30, o edifício estará em plenas condições para que possa entrar normal funcionamento.”

Tudo não passou de um grande susto. Uma fuga de gás obrigou à evacuação do edifício do antigo Piaget onde funcionam a ESPROARTE e a creche da Nuclisol Jean Piaget.

INFORMAÇÃO CIR (Terra Quente FM)

Relacionados

Comentar