Covid-19: restam 203 pacientes por curar no distrito de Bragança

Covid-19: restam 203 pacientes por curar no distrito de Bragança

Há boas notícias sobre a pandemia da covid-19. Há muitos meses que não havia números tão baixos de casos ativos no distrito de Bragança.
Segundo o mais recente boletim das autoridades de saúde, desta segunda-feira, restam por curar 203 pacientes. É uma descida significativa se tivermos em conta que, há um mês atrás, havia 1620 casos ativos.

Entre sexta e esta segunda-feira, houve o registo de 25 novos casos positivos, mas ao invés recuperaram 222 pacientes, reduzindo o número de casos ativos em 197.

A diminuição foi transversal a todos os concelhos do distrito, com a exceção a acontecer em Mogadouro que regista mais um caso face à passada sexta-feira e Vimioso que manteve os mesmos casos de infeção.
Bragança tem agora menos 54 casos ativos. Mirandela regista agora menos 45 casos, 37 deles resultam da recuperação de 37 utentes do lar do Centro Social e Paroquial do Romeu.
Alfândega da Fé também registou uma descida considerável de casos ativos, tendo agora menos 39.
Vila Flor tem menos 20 casos. Miranda do Douro menos 16. Carrazeda de Ansiães menos 7. Freixo de Espada à Cinta é agora o único concelho sem qualquer caso ativo depois da recuperação dos cinco casos que tinha na sexta-feira.
Vinhais, Torre de Moncorvo e Macedo de Cavaleiros têm todos menos 4 casos ativos.
Restam 203 casos ativos. Mirandela tem 70. Bragança 54. Carrazeda 20. Vila Flor 18. Vimioso 9. Miranda 8. Vinhais 7. Macedo e Moncorvo têm 5. Mogadouro 4 e Alfândega 3. Freixo já não tem casos ativos.

 

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Terra Quente) 

Relacionados

Comentar