Velhas Guardas dos UR 12 terminam atividade após 10 anos de apoio aos clubes de Macedo de Cavaleiros

Velhas Guardas dos UR 12 terminam atividade após 10 anos de apoio aos clubes de Macedo de Cavaleiros

A Velha Guarda dos Ultras Revolução 2012, mais conhecidos por UR 12, a claque que há 10 anos apoia os clubes de Macedo de Cavaleiros, decidiu terminar funções.

Uma decisão que já vinha a ser discutida pelos membros fundadores desde dezembro do ano passado, que decidiram torná-la pública ainda este ano. No entanto, de acordo com Rui Pacheco, um dos sócios fundadores, algumas situações que terão ocorrido ao longo do Torneio Entre Freguesias e Instituições, que terminou ontem, foram “a gota de água”:

“ Vemos que muita gente veio ver os nossos jogos e acha que somos um grupo de vândalos, de pessoas sem caráter e sem valores. Esquecem-se que aquilo que se passa dentro de campo fica dentro de campo, e os jogadores entre eles lá resolvem. Mas o que se passa nas bancadas, de sermos constantemente insultados desde o primeiro jogo ao último, custa-nos, e nós que ao longo destes 10 anos temos sempre apoiado os clubes da terra, sentimos que essas ditas pessoas, quando deveriam ser chamadas a apoiar os clubes da terra nunca aparecem, mas nestes torneios revelam-se.

A claque UR12 não era só o apoio ao clubes, fizemos muitas campanhas de sensibilização e angariação de fundos para muitas instituições ao longo destes dez anos, e chega a um ponto de saturação. No ano anterior também tivemos a pressão vinda das autoridades perante nós, o que também foi complicado, e por isso chegou ao fim.

Já tentámos mais que uma vez passar o testemunho, foram muitos quilómetros de estrada, abdicamos muitas vezes de estar com as nossas famílias e, muitas vezes, do nosso trabalho para estar presente a apoiar os clubes da terra, e o que se passou neste torneio foi a gota de água. Damos por finalizado.” 

Rui Pacheco garante que a decisão é irreversível mas estão disponíveis para passar o testemunho:

“ Se alguém quiser ficar à frente dos destinos da claque nós cedemos o material, mas por nós acabou mesmo. É o fim, mas a família UR12 nunca irá morrer, vai ficar sempre perpetuada no historial do futsal nacional.

Quando o treinador do Sporting esteve aqui a Macedo disse que quem lhes dera a eles ter, em todos os jogos e pavilhões, uma claque como a que o Grupo Desportivo Macedense tinha. Os UR12 seremos sempre nós, o orgulho transmontano.

Somos reconhecidos por fora e pelos diretores e jogadores dos clubes, mas não somos reconhecidos pela gente de Macedo.”

Quem diz ter sido apanhado de surpresa com esta decisão dos UR 12 foi o presidente do Grupo Desportivo Macedense, João Carlos Pires, que diz acreditar na continuidade da claque, agradecendo desde já apoio até agora prestado: 

“Honestamente fui apanhado um pouco de surpresa com essa notícia mas acho que não vamos deixar de ter os UR12, isto porque esta claque tem muita referência a nível nacional, nos campeonatos da II Divisão de futsal, e acredito que não vamos perder o apoio deles, nem que venham a ter uma nova direção.

Desde já endereço os maiores agradecimento a todos os elementos dos UR12, que nos apoiaram até hoje, e estou convencido que vão continuar. “

Quanto às situações a que se refere Rui Pacheco, e que terão acontecido ao longo do Torneiro Entre Freguesias e Instituições, que foi organizado pelo Grupo Desportivo Macedense, o presidente acredita terem sido apenas “emoções extrapoladas” e está convicto de que a claque tem o carinho de todos:

 

“O torneio vive de emoções e estas às vezes ficam um pouco extrapoladas.

Acho que no fim dos jogos, quando isso acontecia, depois eram apaziguadas cá fora.
Honestamente acho que o universo de Macedo de Cavaleiros, todos os que vivem o futsal e o futebol, gostam do UR12 e, às vezes, são apenas momentos que podem ser mais quentes e levem a este tipo de sentimentos.
Acho que a claque dos UR12 é acarinhada por todos os macedenses e pelos clubes, tanto o CA Macedo como nós, GDM, gostamos deles e contaremos sempre com o seu apoio.”

 

A Velha Guarda dos Ultra Revolução 2012, a claque que tem vindo a apoiar os clubes de Macedo de Cavaleiros, a anunciar o término de funções, ao fim de 10 anos de atividade.

Foto: UR12

Escrito por ONDA LIVRE

Relacionados