CA Macedo continua a somar vitórias na segunda volta do campeonato

CA Macedo continua a somar vitórias na segunda volta do campeonato

O CA Macedo continua a carimbar vitórias na segunda volta do Campeonato Distrital da Divisão de Honra Pavimir. Este sábado conseguiu derrotar os Africanos de Bragança em casa por 1-0.

A vantagem chegou apenas nos últimos minutos da segunda parte, através de Tavares. O médio cabo-verdiano ainda deixou os adeptos crentes num 2-0 quando o árbitro assinalou penalti, a favor da equipa da casa, que era certeiro, não fosse a defesa do guarda-redes visitante.

Apesar da vitória, o treinador do CA Macedo, José Carlos Afonso reconhece que foram desperdiçadas várias oportunidades que podiam ter resultado em mais golos. Atribui culpas às condições com que têm realizado os treinos há cerca de dois meses, no Pavilhão Municipal, para poupar o relvado:

“São pormenores com os quais se vê nitidamente o que é não treinarmos as ações do jogo, nomeadamente os penaltis e os livres. Agora está-se a ver que, eventualmente, não treinando num campo no qual jogamos ao domingo é difícil nos pavilhões fazer este tipo de trabalhos.

De qualquer forma é a luta, o trabalho, a união e o balneário que estes jogadores têm que ganham os jogos. Portanto, só tenho que estar feliz pelo resultado.”

O visitante conseguiu criar dificuldades à equipa de Macedo, assim como as condições do relvado:

“Normalmente esta equipa começa mal porque poucos jogadores vêm do ano anterior e mudam muito as equipas, mesmo a meio. Há aqui jogadores novos que não jogaram contra nós lá.

Já no primeiro jogo nos deram um trabalho terrível, hoje aqui também o fizeram, têm todo o mérito do mundo as dificultardes que nos fizeram sentir, especialmente na primeira parte.

Na segunda parte já foi ligeiramente melhor porque eu falei daquilo que se tem de fazer neste campo no qual é impensável jogar com a bola no chão, como nós gostamos e queremos. Viram-se que os lances de perigo do adversário na primeira parte foram falhas de nós querermos jogar e não conseguirmos. Isto mudou um pouco na segunda parte, na qual jogaram mais ofensivamente, e era um jogo de paciência, que até isso eles tiveram.”

A equipa dos Africanos de Bragança ainda não conseguiu vencer qualquer jogo da segunda volta e de Macedo também não levou pontos.

O técnico, José Alves, fala de um jogo equilibrado, dificultado pelo terreno, mas considera que mereciam mais:

“Independentemente das condições do terreno acabou por ser um jogo bastante disputado, muito equilibrado, no qual o Macedo entrou melhor na primeira parte do que nós.

Na segunda parte, com as mudanças que fizemos ao intervalo, retificámos e tivemos cinco oportunidades na cara do guarda-redes, mas não conseguimos concretizá-las. O Macedo teve duas oportunidades, fez um golo, acabou por ser um justo vencedor por isso mas acho que nós hoje merecíamos mais.

O terreno está muito difícil.

Hoje em dia no futebol as oportunidades são escassas e, por isso, quando surgem temos de concretizar e ser objetivos. Não fomos e o resultado acaba por evidenciar isso.”

Na próxima jornada o CA Macedo retoma os jogos fora e vai ao encontro do Carção, a 5 de fevereiro.

Escrito por ONDA LIVRE

IMG_3371 IMG_3377

Relacionados

Comentar